Menu

Um pouco da nossa trajetória

DonAgneloRossi

1968 – D. Agnelo Rossi passa à Caritas Arquidiocesana de São Paulo a incumbência de assumir a Coordenação Central das obras assistenciais da Arquidiocese de São Paulo.

DomEvaristoArns

1969 – em vista do elevado número de obras sociais, são criadas Coordenações Regionais, estabelecendo-se a Coordenação na Região Episcopal Norte, onde D. Paulo Evaristo Arns, então Vigário Episcopal da Região, nomeia a Irmã Maria Arminda Nogueira, a Coordenadora Regional.

Logo_Croph_Antigo

1972 – em 27 de abril, nasce legalmente a Coordenação Regional das Obras de Promoção Humana – CROPH, com o objetivo primeiro de assessorar e coordenar as iniciativas da Região Norte.

Logo_200x200

Completar quase 50 anos de existência, para um ser humano é chegar à maturidade, para uma organização como a CROPH, podemos dizer que o mesmo ocorreu.

Olhar para esses anos de realização não poderia ser uma ação meramente contemplativa. Com a mesma vocação de 1972, mas com todas as transformações que se fizeram necessárias, vivemos o presente e olhamos atentamente para o futuro.

Transitamos da arregimentação, mobilização e conscientização de pessoas contra ações dominadoras que atendiam apenas a carência, para a política pública de direitos, ou seja, transcendemos ao conflito entre as necessidades e o processo de construção de equidade, dignidade e cidadania.

Sentimo-nos orgulhosos com o crescimento, a experiência, o acúmulo de saberes, a credibilidade conquistada, mas também sentimos a responsabilidade e os desafios que este crescimento traz, e prosseguimos com o olhar cada vez mais crítico e atento à construção de uma sociedade mais justa e igualitária.

Esta nossa trajetória institucional nos qualificou para assumirmos os atuais serviços que prestamos. Fiéis à nossa missão executamos serviços que atendem o ser humano em todas as suas fases, diariamente são mais de 5.000 pessoas que recebem atenção específica em consonância com as Políticas Públicas, consolidando os direitos dos cidadãos.